é a alquimia da quimera

officialbeaubokan:

if you’re a girl & you say you’ve never been physically attracted to a girl you’re lying girls are fucking hot

obrigado.

(Fonte: tysacord, via pinkfloydismycure)

ninguém resiste a isto.

eu-nao-soubipolar:

flawless logic: não te quero porque gosto de ti

flawless indeed.

(via eu-nao-soubipolar)

Rodrigo Amarante - Irene

verde—musgo:

Irene por Rodrigo Amarante, 11.10.2014

embriaguezlirica, cá está, como prometido!

um dia cai-te a ficha e andas aos apalpões a ver se a encontras outra vez. (mas pensa comigo, às escuras todos os gatos são pardos, alguém te há-de parecer semelhante.)

frutado

embriaguezlirica:

és fruto das coisas que todos desconhecem e ninguém sabe.
é uma pena, até no cinema, as histórias não são tão complicadas.
e as memórias? oh, as memórias levaste-as contigo.
não consigo ser mais sincera que isto. és uma quimera mutante e é disso que tenho pena, de que, nem no cinema, isso exista…

I actually need you. now.

o amor
bateu na porta e entrou
olhando de soslaio
querendo um troco qualquer
um cigarro, um peito morno à meia luz
num horizonte vasto ao entardecer.

o amor
deitou na cama e sussurrou
as mais doces e belas sandices
na pele escreveu com seus beijos
sem saber que o eterno acaba
querendo morrer junto com a noite e as estrelas.

o amor
apagou a luz deixando os olhos entreabertos
e as mãos se despedindo e sussurrando
num gozo indecente e maduro
sobre a língua sorridente e faminta
na infinitude da pele quente

o amor
dormiu voando alto e sorrindo
misturou-se à escuridão do quarto
plainando no fim pela janela
virou a fumaça de cigarro
virou estrelas na imensidão.

—   Elisa Bartlett.emEntreolhos Quadrúpede”.  (via elisabartlett)

(Fonte: oxigenio-dapalavra, via elisabartlett)

pls break my heart

salvador, 4

a última imagem de que me lembro é a de dois copos, a meio. um de Martini rosato e um balão enorme de Hendricks. depois disso, a memória ficou turva.
lembro-me de dançarmos e de ouvirmos com atenção as músicas que passavam.
lembro-me de discutirmos política (esta será sempre a nossa realidade).
lembro-me de discutirmos conceitos de empreendorismo.
lembro-me de adormecer no carro enquanto tentava, sem sucesso, trautear a música que passava.

chegados a casa, nada estava como era suposto. o cão não veio ter connosco, a porta estava aberta e as luzes acesas. ao longe, podíamos ver três silhuetas. do outro lado da quinta, as portadas estavam também abertas e um nevoeiro descabido.
pediu-me para ir para casa e que o avisasse quando estivesse deitada.
tentei discutir e propôr uma outra estratégia mas o sono deu de si, e tomou conta de mim.
conduzi em direcção a minha casa e, quando dei por tudo, parei a meio caminho. não era normal. liguei-lhe quinze vezes e voltei para trás.
chegada a casa dele, tudo estava apagado, as portas e portões fechados e os carros arrumados. já não haviam silhuetas e o cão devia de estar a dormir. não sei bem o que raio se passou, mas ainda estou à espera que me responda.

a luz apaga e nós vamos embora. #fim-de-semana #vocênatv  (em TVI)

tenho um problema incrível com lambe-botas, não os aguento.
são uma espécie de culto e adoram-se entre eles.
poupem-me.

made-in-portugal1:

são josé correia 38 anos - atriz

conheci esta mulher há umas semanas. tenho a dizer que é das melhores pessoas com quem já falei. abraçou-me como se me conhecesse, e falámos durante uma hora.é, sem dúvida, das mulheres mais bonitas que já conheci na minha vida.

made-in-portugal1:

são josé correia 38 anos - atriz

conheci esta mulher há umas semanas. tenho a dizer que é das melhores pessoas com quem já falei. abraçou-me como se me conhecesse, e falámos durante uma hora.
é, sem dúvida, das mulheres mais bonitas que já conheci na minha vida.

(via ttrincea)